Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Análise Semanal 21/03

Publicado em 21.03.2009 por na(s) categoria(s) Análises, Análises em Vídeo, Análises Semanais

 

.

video1

video2

Parte 1

Parte 2

 

Para ver os vídeos: Clique na imagem. Abrirá uma nova janela e clique no play.

 

Parte 1 – Ibov, Fluxo Bovespa, Fluxo BMF, Fluxo 10 Mais, LADs, PETR4, VALE5, USIM5 e Indicadores econômicos.

Parte 2 – DJI, S&P500, Nasdaq, VIX, LAD NY,  Petróleo, CRB, DJAIG, Cobre, Risco Brasil, Dólar e Juros Futuros.

.

Circuit Breaker

Publicado em 29.09.2008 por na(s) categoria(s) Análises

circuit A Bovespa parou. Hoje, as 14:49hs, a bolsa de São Paulo interrompeu as negociações por meia hora. Literalmente, desligaram a luz de força (“circuit breaker”).

Toda vez, que os negócios atingem o limite de baixa de 10% em relação ao fechamento anterior, a bolsa interrompe o pregão por 30 minutos. Após este período, caso os negócios estendam as perdas, chegando a uma desvalorização de 15% em relação ao pregão anterior, os negócios são interrompidos por uma hora. Tal fato ocorreu em 11 de setembro de 2001, depois dos ataques terroristas nos EUA.Este procedimento é chamado de “Circuit Breaker” e usado na maioria das bolsas do mundo.

(mais…)

Recessão americana ?

Publicado em 28.08.2008 por na(s) categoria(s) Análises

/

Hoje, os números relacionados ao PIB americano chocaram (positivamente) os mercados.

De acordo com o Departamento de Comércio dos EUA, o produto doméstico cresceu a uma taxa anual sazonalmente ajustada de 3,3% no trimestre de abril a junho, acima do cálculo anterior de expansão de 1,9%, e da expectativa dos economistas, de aceleração de 2,7%.

Alguns analistas ponderam que o dólar fraco  impulsionou as exportações no período, trazendo números do PIB acima do esperado. Mas com a recente valorização da moeda americana esse cenário não deve se repetir nos próximos trimestres.

Veja o comportamento recente do euro x dólar.

dolareuro
Euro x Dólar

Nota-se que o gráfico se encontra em cima de uma zona de forte suporte (1,44), configurado pela LTA de longo prazo e pela retração de 61,8% de Fibonacci. A perda deste patamar, pode representar maior valorização do dólar com o gráfico buscando o objetivo em 1,33.

Como já comentamos, o mercado procura refletir as espectativas. No início de 2008, os analistas afirmavam de forma categorica que a economia americana estava definhando e seguia a passos largos para a recessão. É verdade que a situação nos EUA, ainda é muito preocupante. Principalmente no setor financeiro. Mas o que estamos vendo até o momento é que outros países que tiveram uma postura mais acomodada (não reduziram drasticamente os juros, como fez o Fed) mostram sinais de fraqueza. A Alemanha, a França e o Japão, recentemente apresentaram números preocupantes de crescimento e amanhã serão divulgados dados relevantes do desemprego e da inflação na região do velho continente.

Sem dúvida, essa melhora momentânea, pode ser vista nos índices de Nova Yorke:

DJI
Dow Jones

sp500
S&P500

Mesmo ainda dentro de um grande canal de baixa (tendência primária), o Dow Jones e o S&P500 apresentam no curto prazo um canal de alta muito bem delineado. Além disso as MMs de 10, 21 e 55 parecem estar agulhando, deixando a premissa de que teremos em breve um forte movimento.
Apesar da proximidade da resistência do topo anterior, o fechamento na máxima apresentado hoje nos permite supor que as bandas superiores dos canais de baixa serão testadas em breve.

nasdaq
Nasdaq

Já a Nasdaq, após o sinal de reversão apresentado pelo fundo duplo, ainda continua patinando ao tentar romper a sua LTB.

Por falar na situação econômica de outros países ao redor do mundo, começa a ganhar peso o boato de um possível default da Argentina. A dívida oriunda da crise de 2002, já alcançou o patamar de mais de US$6 Bilhões.

E por mais que a realidade dos nossos “hermanos” seja bem diferente da nossa, ocorrendo um calote por lá, inevitavelmente sentiremos os efeitos aqui no nosso mercado.

.