Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Bom dia, Mercado 19/08

Publicado em 19.08.2009 por na(s) categoria(s) Análises, Análises em Vídeo

.

video

Gráficos: Ibov, DJI, INDFUT, TEND3, BRKM5 e DURA4.

.
Para ver o vídeo: Clique na imagem. Abrirá uma nova janela e clique no play.


Importante: O vídeo têm propósito exclusivamente informativo e o intuito apenas de servir como um canal de discussão sobre estratégias gráficas. Em nenhum momento, as opiniões pessoais do autor representam recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. O autor não recomenda que seja feito uso desses modelos em aplicações comerciais e por sua vez, não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas.

.
.
.

Ibov segue com fôlego !

Publicado em 15.05.2008 por na(s) categoria(s) Análises

Impressionante o fôlego do nosso principal índice. Depois de altas consistentes com o anúncio do Investment Grade, muitos investidores esperavam uma trégua esta semana e até mesmo um correção mais forte, para que o Ibov viesse a testar o antigo topo histórico, próximo dos 66mil pontos.

Ao invés disso, hoje a bolsa brasileira subiu com força mais de 2%, com um volume superior aos R$4 bilhões.

Desta forma, o Ibov  testa mais uma vez o canal de alta  e alcança um novo topo histórico nos 71463 pontos. Caminho livre até o objetivo das expansões de fibonacci por volta dos 74mil pontos

No índice futuro, tivemos o rempimento da zona de congestão (linha azul) e assim acionando uma nova tendência de alta no curto prazo.

IBOV

WINFUT

Ibov – Gráf. Diário

Índice Futuro – Gráf. Diário

Apesar de indicadores (como o IFR), apresentarem sinal de sobre-comprado, traders que operam no curto prazo podem aproveitar ainda movimentos mais rápidos em operações no intraday.

Já para investidores de mais longo prazo, não acredito que este seja o momento ideal para adicionarmos lotes. Uma correção, por mais que demore, ainda virá. Possibilitando melhores pontos de compra.

Entre os ativos de maior peso na carteira do índice, Petrobras PN aumentou 1,74%, para R$ 47,11; Vale PNA avançou 2,87%, para a R$ 56,84; Bradesco PN teve alta de 0,95%, a R$ 38,14; Usiminas PNA ganhou 2,86%, para R$ 89,50; e Vale ON subiu 3,47%, para R$ 69,60.

No mercado internacional, apesar das notícias desanimadoras no início do pregão (como a queda na produção da indústria americana), as bolsas dos EUA se valorizaram e fecharam todas no azul. Dow Jones +0,73%, S&P500 +1,05% e Nasdaq +1,48%.

.

Mercados Real Time 07/05

Publicado em 07.05.2008 por na(s) categoria(s) Análises

/

10:30hs

Enquanto o índice Nikkei da bolsa do Japão fechou com uma pequena alta de 0,37%, na China, O Shangai Composite apresentou uma queda forte de 4,13%.

Por aqui, o Ibov opera com alta de 0,51%, negociado a 70500 pontos e se aproximando da máxima histórica. O DJI, abrindo neste momento, opera próximo da estabilidade.

shangai

Shangai Composite

11:00hs
Foram divulgados a pouco, números sobre o custo da mão-de-obra nos EUA. O Fed, costuma observar de perto esse indicador, como parâmetro da inflação. O departamento americano do trabalho informou que estes custos avançaram 2,2% no primeiro trimestre. Abaixo da expectativa do mercado que era de 2,6%.
Apesar de uma melhora no índice, desde a abertura, o DJI continua no território negativo (-0,08%), puxado principalmente pelas ações do setor de telecomunicações Verizon (-1,95%) e AT&T (-1,36%) que refletem o anúncio da parceria entre  a Sprint Nextel e a Clearwire Corp.

DJI

DJI – Gráf. Diário

Por falar em inflação, aqui no Brasil, tivemos hoje cedo a divulgação do IGP-DI (Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna). O índice ficou em 1,12%, bem acima das expectativas do mercado que, segundo o último relatório Focus,  esperava variação positiva de 0,55% nos preços.
Pelo jeito, a política monetária de elevação dos juros do Copom se encontra respaldada nos últimos números e deve perdurar até (pelo menos) o final do ano.
11:30hs

As vendas pendentes de imóveis nos Estados Unidos apresentaram nova queda em março (1%), sinalizando que a atividade no setor imobiliário deve continuar fraca nos próximos dois meses, mas melhorar a partir de junho, de acordo com o comunicado da Associação Nacional dos Corretores.

Com a amenização da crise hipotecária, se aproxima possivelmente o ponto de entrada em operações no setor imobiliário americano.

——————- x ——————-

As commodities, depois da alta nos dois primeiros dias da semana, trabalham próximas da estabilidade. No momento, o Petróleo sobe 0,16% e o CRB cai 0,47%.

petroleo crb
Crude Oil Futuro – Gráf. Diário CRB – Gráf. Diário

11:35hs

Os estoques de Petróleo nos EUA acabaram de ser anunciados. Houve um aumento de 5,7 milhões para 325,6 milhões de barris. De maneira instantânea, o Crude Oil Futuro em NY passou a operar em queda (-0,54%), cotado nos 121,16 dólares por barril.

12:00hs

Destaque na bolsa de São Paulo hoje, para as ações da CSN. A empresa apresentou os resultados, que reportaram lucro líquido de R$ 767 milhões nos três primeiros meses deste ano, superando as expectativas. No momento os papeis ordinários da empresa sobem 2%.

CSNA3

CSNA3 – Gráf. Diário

A bolsa brasileira ainda vive a euforia do investment grade mas vem perdendo força nitidamente. Ainda mais, depois do anúncio de ontem da agência de risco Moody’s mantendo o rating do Brasil em Ba1, um nível abaixo do grau de investimento. Segundo a agência, uma elevação  da nota depende de melhora adicional  do perfil da dívida do setor público no país.

12:30hs

O índice futuro se encontra dentro de uma zona de congestão iniciada na sexta-feira. O rompimento dos dois extremos (69800 / 71900) representa uma tendência de curto prazo. Devido a esticada do índice depois do  investment grade, uma correção com a perda da zona inferior da congestão pode criar uma boa oportunidade para a venda do índice futuro na BMF. Seja visando uma operação especulativa, seja protegendo a carteira (hedge).

WINFUT

WINFUT – Gráf. 5 minutos

13:00hs
Talves possa servir de respaldo à estratégia de venda no índice futuro da BMF, o comportamento (até certo ponto, inesperado) dos estrangeiros no fluxo.
Como podemos observar no gráfico abaixo, o saldo dos contratos negociados pelos estrangeiros no índice futuro (linha vermelha) continua negativo (-4268) mesmo depois do investment grade. Até então os gráficos do Ibov (linha azul)  e dos gringos (linha vermelha) vinham sendo praticamente idênticos.

fluxo

Fluxo Índice Futuro BMF

16:00hs
Índice brasileiro amplia as perdas. No momento caindo 1,86%.
Já o dólar apresenta forte valorização (+2,01%)
Processo corretivo do efeito investment grade parece estar em curso.
17:15hs
Fechamento no vermelho nas principais bolsas americanas. DJI -1,59%, S&P500 -1,81%, Nasdaq -1,80%.
As quedas acentuadas nos EUA se devem principalmente ao receio de que a valorização expressiva apresentada hoje pelo Petróleo (+1,61%, cotado a US$123,81) pressione ainda mais os consumidores americanos e que amplie as pressões inflacionárias, obrigando o governo a rever a política de corte de juros.
Aqui no Brasil o Ibov também caiu com força fechando nos 69017 pontos (- 1,68%). O IVBX que representa ações de menor líquidez caiu 1,59 %.
Vale destacar o aumento expressivo do juro futuro negociado na BMF. Os contratos com vencimento em Janeiro de 2010, subiram mais de 1% e a taxa alcançou  a marca dos 14,10%. Sem dúvida, tamanho ajuste, se deve ao IGP-DI divulgado hoje bem acima das expectativas.

dijan

DI de Jan 2010 – Gráf. Diário

Seguindo a tendência de correção pós grau de investimento o dólar subiu 1,92% e fechou cotado a 1,69 reais.
Risco Brasil, apresentou forte alta de 4,56% voltando a trabalhar acima dos 200 pontos.

DOLFUT2

risco

Dólar

Risco Brasil

.

Comparando os canais

Publicado em 10.04.2008 por na(s) categoria(s) Análises

Mais um dia que pouco acrescentou aos mercados. O Dow Jones, pelo sétimo dia seguido, mostra muita indecisão. Parece não querer realizar, mas ao mesmo tempo, sem força para romper a barreira dos 12780.

O índice futuro do Ibov por sua vez, depois do teste no patamar do topo histórico, realiza uma correção sem muita força.

É possivel traçarmos canais de ambos, nos gráficos de 15 minutos.

DJI

WINFUT

DJI – Gráf. 15 min.

Futuro Ibov – Gráf. 15 min.

O DJI, já bateu 3 vezes na banda superior e 4 na inferior. Sendo que chegou a romper para os dois lados e depois retornou para o range do canal.

O índice futuro fechou hoje muito próximo a banda superior do seu canal. O rompimento do canal não será fácil, já que conta também com uma resistência horizontal no intraday, que conforme sinalizam as setas vermelhas já foi testada por 4 vezes sem êxito.

Interessante porém notar, como o volume foi crescente, toda vez que o índice futuro do Ibovespa fez um fundo. Portanto, mostrando força compradora.

Será que amanhã será o grande dia da definição, tanto aqui como na matriz ?

Espero que o Sr. Mercado respeite o meu fim de semana. :)

.

Commodities carregam o Ibov

Publicado em 19.03.2008 por na(s) categoria(s) Análises

Hoje as commodities estão apresentando forte desvalorização no mercado. O Petróleo no momento cai mais de 4% e o CRB encosta nos 395 pontos, baixa de 2,26%.

petroleo

crb

Petroleo

CRB

O anúncio feito pelo Departamento de Energia norte-americano (DoE) de que os estoques da commodity nos Estados Unidos subiram 0,1%, ou em 133 mil barris, para 311,75 milhões de barris na semana encerrada em 14 de março, contribuiu para reverter as altas acumuladas pela commodity ontem.

E assim como ocorreu na valorização, o índice brasileiro acompanha o pessimismo das commodities. No momento, apesar de uma leve alta no DJI, de 0,10%, o Ibov cai 1,85%. A PETR4 e a VALE5, que possuem um grande peso no índice, caem repectivamente 4,5% e 3,56%.

Interessante notar mais uma vez esse decoupling (desacoplamento) entre as bolsas brasileira e americana. Abaixo postei gráficos de 5 minutos do Dow Jones e do Indice Futuro brasileiro negociado na BMF. Normalmente eles andam juntos, apresentando uma forte correlação.

graf

DJI e Ibov Futuro

Se o Dow Jones continuar a trajetória altista de curto prazo, iniciada ontem, talvez seja possível encontrar boas oportunidades aqui no nosso mercado. Agora, se a crise voltar a assolar a bolsa americana o efeito por aqui será amplificado.

.