Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Alpargatas 3trim.2013

Publicado em 12.11.2013 por na(s) categoria(s) ALPA4, Análises, x Raio X

 

 

  • Receita líquida consolidada foi de R$ 865milhões, +8,9% ante 3trim.2012.
  • Lucro Líquido consolidado R$74,5milhões, +0,5% . Margem líquida 8,6%, 0,7 p.p. abaixo 3trim.2012.
  • Ebitda consolidado R$104,7milhões, +1,4%. Margem Ebitda foi de 12,1%, 0,9p.p. abaixo do 3trim2012.
  • Alpargatas enfatizou a e=intenção de se transformar em uma gestora de marcas global.
  • Destaques: alta de 48% no volume de Mizuno, avanço de 7,5% nas vendas de Rainha e incremento de 31% no volume de vendas de calçados Timberland para o canal multimarcas.
  • A fábrica de Montes Claros entrou em operação apenas em Outubro, não trazendo portanto, ainda benefícios para o 3º trimestre.
  • Forte crescimento de 12,2% na receita da Alpargatas Argentina.
  • Participação dos modelos mais sofisticados no mix de vendas das sandálias Havaianas passou de 45%, no 3T12, para 53%, no 3T13.
  • o volume de vendas de sandálias Havaianas somou 142,467 milhões de pares no Brasil, quantidade 2,8% menor que a dos nove meses de 2012. Desse total, 47,705 milhões de
  • pares foram comercializados no 3T13, ante 50,164 milhões no 3T12.
  • Em nove meses foram comercializados 7,859 milhões de pares de calçados esportivos das marcas Mizuno, Topper, Rainha e Timberland, dos quais 2,840 milhões no 3T13. Esses volumes foram 18,9% e 7,1% maiores que os dos 9M12 e do 3T12, respectivamente.
  • O varejo Havaianas encerrou setembro com 305 lojas no Brasil, ante 244 no mesmo mês de 2012.
  • A quantidade de unidades comercializadas pelas subsidiárias Alpargatas USA e Alpargatas Europa, somada às exportações, totalizou 26,671 milhões, volume 11,3% superior ao dos 9M12.
  • A receita líquida do negócio internacional de sandálias acumulou R$ 331,1 milhões até setembro, montante 25,1% superior ao do mesmo período do ano passado.
  • A restrição da capacidade de produção das sandálias continuou sendo o gargalo para que os números do trimestre não fossem melhores.
  • O crescimento do varejo tem contribuído para ampliar o conhecimento em relação às marcas e o volume de vendas. No encerramento do terceiro trimestre, 539 lojas exclusivas da Alpargatas estavam em operação no Brasil e no exterior.

 

 image image 

 

  • Chama a atenção a forte redução do n. de lojas da Havaianas no exterior. No 2trim.2013 eram 154 e agora são 92. A empresa já tinha mencionado a intenção de fechar lojas que geravam pouco retorno.
  • Em nove meses de 2013 o ciclo de conversão de caixa médio foi de 64 dias, em linha com o do mesmo período do ano passado.
  • Em 30/09/2013, a Alpargatas apresentava saldo de caixa de R$ 747,5 milhões, ante R$ 660,3 milhões na mesma data do ano anterior.
  • Em 30 de setembro de 2013 o endividamento financeiro consolidado da Alpargatas totalizava R$ 521,4 milhões, sendo R$ 324,7 milhões denominados em reais e R$ 196,7 milhões denominados em moeda estrangeira.
  • A empresa confirmou a preocupação será a volatilidade do real frente ao dólar. Por essa razão, a proteção contra as variações da taxa de câmbio deve prosseguir por meio da execução da política de hedge.

 

image image

 image image

Opinião CHR: Um bom balanço. Mas sem dúvida, os resultados seriam muito melhores se o problema do gargalo produtivo já tivesse sido resolvido pela nova fábrica de Montes Claros. A expectativa é que no 4ºtrimestre a Alpargatas já consiga saciar a forte demanda pelas suas sandálias. A expansão do mercado internacional também agradou. Ainda não ficou muito clara a estratégia para a marca Osklen, adquirida a aproximadamente 1 ano. Com a alta do dólar, muita atenção para o preço da borracha que pode espremer ainda mais as margens da cia.

Gráficos: ALPA4 vem em um belo rali de alta desde o fundo deixado em Agosto deste ano. Isso representa uma valorização superior aos 20% em 3 meses. Hoje o ativo, começa a mostrar os primeiros sinais de esgotamento da tendência a violar ao média móvel de 20 dias. Ao analisarmos o gráfico semanal não ajustado, percebemos que a faixa dos R$ 15,50 – R$15,70, representa uma resistência importante, já que em outubro do ano passado e em Maio deste ano, o papel formou topos importantes.

ALPA4 ALPA4s

.

Alpargatas 2ºtrim.2013

Publicado em 15.08.2013 por na(s) categoria(s) ALPA4, Análises, x Raio X

 

  • Receita Líquida consolidado, R$832Mi, +14%. Ebitda consolidado, R$130mi, +76%. Margem Ebitda +15,7%, +5,5pp sobre o 2trim2012. Lucro Líquido, R$70,5Mi, +15%. Margem líquida 8,5%, +0,1pp sobre 2trim.2012.
  • Receita Líquida Brasil – R$548Mi, +18% ante 2trim.2012. Na Argentina R$158Mi, +16%. Internacional, R$123Mi , -1%.
  • Ebitda Brasil, R$97Mi, +140%. Margem 18%.
  • Ebitda Argentina, R$12,4Mi, +49%.Margem 8%.
  • Ebitda Internacional, R$21,2Mi Margem 17%.

image image image

  • Calçados esportivos, +27%. Sandálias +16% no mercado externo.
  • A idéia da empresa era priorizar o mercado externo no 1ºtrim. e o mercado doméstico no 2ºtrim. Mas a forte queda das vendas em Junho, devido as manifestações, prejudicou o crescimento de receita no mercado interno que era esperado.
  • Queda de 14% no preço da borracha no 2ºtrimestre.
  • Crescimento das margens e das vendas na Argentina no trimestre foram muito positivas.
  • O dólar e o euro mais fortes que influenciariam os produtos importados (Timberland, Mizuno) foram suavizados com os hedges cambiais.
  • Primeira sandália fabricada na nova fabrica de Montes Claros foi produzida em 21 de Junho. O início da produção efetiva deve ocorrer em Outubro de 2013.

image image

  • Integração Osklen: está em andamento. A idéia é focar o crescimento da marca no mercado externo e usufruir das sinergias o mais rápido possível.
  • A direção da empresa tem uma perspectiva muito boa nos produtos esportivos. Mizuno ganhando muito share. Mizuno focada em “running”.
  • O 2ºsemestre deve ser beneficiado com a nova fabrica. Permitindo que os gargalos na produção de Havaianas não se repitam.
  • A empresa pretende crescer muito o número de lojas nos EUA.
  • Caixa no 2trim. foi de R$639Milhões. Dívida Bruta em R$389Milhões.
  • Do total da dívida 51% é em reais e o restante em outras moedas (peso, dólar e euro).
  • Capex foi de R$246Mi no período. Metade deste valor foi investido na nova fábrica de Montes Claros.
  • Dividendos: já foram liberados R$63milhões em 2013. Payout de 39%.

Gráficos

O gráfico semanal testa o suporte da média móvel de 40 períodos que equivale a média móvel de 200 períodos no gráfico diário. Olhando o gráfico mensal notamos que os atuais R$13 reais representam também a resistência rompida em Maio da zona de congestão que vinha desde o início de 2012. No longo prazo portanto a tendência de alta se mantém.

 

ALPA4s ALPA4m

.

Alpargatas–ALPA4-Fundamentos e gráficos

Publicado em 06.12.2012 por na(s) categoria(s) ALPA4, Análises, x Raio X

/

 

Destaques 3trim.2012

  • Receita Líquida no Brasil R$582milhões (+25%). RL consolidada foi de R$794M.
  • Margem bruta consolidada caiu 5%, para 40,6%. No 3trim2011 estava em 45,6%.
  • Ebitda 3trim.2012 R$03M. Margem Ebitda do 3trim. ficou em 13%.
  • Lucro Líquido foi de R$74,1M (-3,4% ante 3trim.2011). Impactando principalmente pelo menor resultado financeiro. O Capex maior e a redução da Selic, reduziram a receita com juros sobre o caixa.
  • Caixa no final do trimestre foi de R$660M. Dívida Bruta R$299M.
  • Vendas de sandálias no Brasil foi 23% maior do q o 2trim.2012.
  • 16 franquias abertas no 3trim.2012.
  • Vendas de calçados esportivos +45% ante o 2trim2012. O problema das importações da Mizuno, visto no trim. anterior, foi resolvido.
  • Preços de sandálias e calçados esportivos aumentaram entre 2,5% e 10%.
  • Despesas Gerais de Fabricação caíram 4% mesmo com o aumento das vendas.
  • Na Argentina, volume de vendas e a receita cresceram 8% ante 2trim.2012. Mas houve perda na margem.
  • Preço da borracha e o dólar pressionaram ainda as margens.

 

Comentários CHR

A Alpargatas continua se mostrando uma excelente empresa. Apesar da queda da borracha, a commoditie ainda continua influenciando as margens da empresa. Enquanto a expansão internacional nos EUA e na Europa continua com vigor, a Argentina ainda não deslanchou.

A compra da Osklen é uma tacada ousada. A empresa pretende se tornar a maior empresa nacional de lifestyle de luxo. O segmento de vestuário não é o expertise da empresa. Vale acompanhar como será esta migração.

Dentro do filtro fundamentalista a empresa não atende aos critérios de valor relativo no mercado. As ações já valorizaram mais de 30% em 2012 e nos últimos 4 anos os ganhos ultrapassam os 800%. Boa parte das expectativas dos investidores já parecem refletidas no preço.

Graficamente, o ativo, ALPA4, lateraliza próximo do seu topo histórico. A retomada da tendência depende do rompimento da máxima dos últimos 10meses. No curto prazo, o IFR semanal bastante sobrevendido indica um possível repique.

 

image
Patrimônio Líq.
image
Receita Líq.
image
Lucro Líquido
image
Caixa
image
Dívida Líq.
image
Ebit

 

image

 

 

ALPA4s ALPA4m
Gráfico Semanal Gráfico Mensal

 

Highlights 3trim.2012-Alpargatas-ALPA4

Publicado em 13.11.2012 por na(s) categoria(s) ALPA4, Análises, x Raio X

 

 

  • Lucro liquido de R$ 74,1 milhões no terceiro trimestre deste ano, queda de 15,3% ante os R$ 87,5 milhões do mesmo período do ano passado.
  • O Ebitda  atingiu R$ 103,3 milhões no período, com recuo de 4,9% na comparação com os R$ 108,6 milhões do terceiro trimestre de 2011.
  • A receita líquida teve aumento de 15,7% no terceiro trimestre ante o mesmo período do ano passado, passando de R$ 686,6 milhões para R$ 794,2 milhões.
  • O conselho de administração da Alpargatas aprovou hoje o pagamento de juros sobre capital próprio no montante bruto de R$ 21 milhões, sendo R$ 0,05229720 por ação ordinária e R$ 0,05752691 por ação preferencial.
  • Em teleconferência, diretoria da Alpargatas anuncia que pretende levar a marca Havaianas a outros produtos além das sandálias.
  • Vendas na Argentina caíram 19,1% no trimestre. As vendas no mercado americano cresceram 54% e no mercado europeu, 21%. Ao todo, as exportações e vendas das subsidiárias da Alpargatas diminuíram 4,6%.
  • A performance da Alpargatas no terceiro trimestre foi prejudicada pelo câmbio valorizado (afetando principalmente os produto importados da Mizuno e Timberland) e pelo preço da borracha.

 

 

image
Patrim. Líquido

image
Receita Líq. (12m)

image
Lucro Líquido (12m)

image
Ebit (12m)

image
Caixa

image
Div. Líquida

Highlights 2trim.2012–Alpargatas–ALPA4

Publicado em 08.08.2012 por na(s) categoria(s) ALPA4, Análises, x Raio X

 

Fundamentos

  • A Alpargatas registrou lucro líquido de R$ 61,4 milhões no segundo trimestre deste ano, queda de 16,9% ante o mesmo período de 2011.
  • O Ebitda atingiu R$ 74,4 milhões de abril a junho, queda de 27,4% frente ao apurado em igual intervalo do ano passado. A margem Ebitda recuou 6,1 pontos porcentuais, para 10,2%.
  • A receita líquida da companhia somou R$ 727,3 milhões no segundo trimestre, crescimento de 15,5% em relação ao mesmo período de 2011.
  • No segundo trimestre, foram vendidas 51,340 milhões de unidades de calçados, vestuário e acessórios no Brasil, quantidade 9,4% maior que a do mesmo período do ano passado.
  • O Conselho de Administração da Alpargatas aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio no montante bruto de R$ 20,600 milhões, sendo R$ 0,05130106 por ação ordinária e R$ 0,05643116 por preferencial. Data “ex” 10/08.

 

image
Patrim. Líquido

image
Receita Líq. (12m)

image
Lucro Líquido (12m)

image
Ebit (12m)

image
Caixa

image
Div. Líquida

Gráficos

Ativo em tendência de baixa, fazendo topos e fundos descendentes. O suporte no curto prazo se encontra nos R$11,70. Na faixa dos R$10,80/R$11,00 se encontra um suporte importante marcado pelo topo da congestão deixada em 2011 (gráfico semanal). Uma reversão da atual tendência, apenas com o rompimento da LTB e a formação de um pivot de alta acima da média móvel dos 20 períodos.

ALPA4
Gráf. Diário

ALPA4s
Gráf. Semanal